Não-união ou pseudo-artrose recalcitrante de osso

PSEUDO-ARTROSE ÓSSEA RECALCITRANTE

 

Denomina-se não-união ou pseudartrose à ausência de união ou reparação de uma fractura ou interfase óssea. A pseudartrose, ainda que possa ocorrer, não é frequente em fracturas na criança. Contudo, é frequente quando utilizamos alo-enxertos de osso estrutural (Observe a figura 3).



O periósteo de perónio vascularizado tem uma grande capacidade de criar osso e acelerar a união do osso. Por isso, é uma técnica “milagrosa” no tratamento da pseudartrose congénita da tíbia e pseudartroses recalcitrantes em geral (Figura 8 A-B)

Fig. 8A
Figura 8A. TC de tíbia. Após o uso de um alo-enxerto massivo para tratar um sarcoma
de Ewing da tíbia, o alo-enxerto não se uniu nem se integrou. Utilizamos um enxerto
vascularizado de periósteo de perónio para estimular a união do osso.


 

Fig. 8B
Figura 8B. TC 3D de tíbia. Em pouco tempo conseguimos unir a pseudartrose.
O “milagre” deve-se à existência de células mãe na face interna do periósteo
com grande capacidade de revascularizar e formar osso.

 

O Dr. Francisco Soldado é especialista em problemas nas extremidades superiores das crianças e na reconstrução com técnicas microcirúrgicas das extremidades das crianças.

Em seus esforços para aperfeiçoar estratégias e técnicas de tratamento, ele colaborou com vários centros de referência em todo o mundo.

CONSULTAS MÉDICAS

Vall d'Hebron Hospital Campus
Passeig de la Vall d'Hebron, 119-129
08035 Barcelona

Hospital de Nens
Carrer Consell de Cent, 437
08009 Barcelona

Unidad de Cirugía Artroscópica
C/ Beato Tomás de Zumárraga 10 Hospital Vithas San José, 4ª Planta
01008 Vitoria-Gasteiz

Centro Médico Teknon
Carrer de Vilana, 12
08022 Barcelona