Tratamento das fracturas na criança: generalidades

  • FRACTURAS
  • Tratamiento de las fracturas en el niño: generalidades

TRATAMENTO DE FRATURAS


O objectivo principal perante uma fractura é alcançar a consolidação (união óssea) com um alinhamento aceitável. A capacidade de remodelação das deformidades, derivada da presença da fise, ao passo que a redução “perfeita” possa ser desejável porém não necessária.
 

Tratamento ortopédico

Consiste no tratamento sem cirurgia. Se a fractura está deslocada ou angulada pode requerer a redução por manipulação sob anestesia e contenção com um gesso (Fig. 7A).
 


Figura 7A
. Gesso utilizado para conter a fractura distal de rádio e cúbito após a redução em bloco operatório.


A necessidade de redução da fractura depende de vários factores: idade e localização principalmente.



Na criança, a cirurgia é necessária menos frequentemente pelas seguintes razões:


a) O periósteo grosso ajuda à estabilização da fractura

b) União do osso mais rápida
c) Menor tendência à rigidez das articulações após imobilização

d) Capacidade de remodelação.


Tratamento quirúrgico

À medida que aumenta a idade do paciente, mais frequentemente é necessário o tratamento cirúrgico e o uso de implantes.



Existem varias técnicas cirúrgicas para fixar o osso, segundo a fractura e a idade do paciente (Fig. 7B). Denomina-se de osteosíntese e os implantes mais frequentemente utilizados são as agulhas/fios kirschner, parafusos, placas-parafusos e a cavilha intramedular.
 


Figura 7B. Diferentes tipos de implantes para fixar as fracturas após a sua redução: Agulhas Kirschner
para uma fractura supracondíliana do cotovelo, Placa-parafusos e agulhas intramedulares
elásticas tipo metteizeau para fracturas diafisária de rádio e finalmente, parafuso para uma fractura de um metacárpico.
 

Indicações:
a) Fracturas que afetam a articulação. O traço de fractura passa pela cartilagem articular. Porque os escalones articular podem derivar em artrose da articulação no futuro.

b) Fracasso do tratamento ortopédico (fractura irredutível, instável o com deslocamento secundário)
c) Fracturas abertas. Com ferida da pele associada.

d) Fracturas com lesão vascular (lesão da artéria).

O Dr. Francisco Soldado é especialista em problemas nas extremidades superiores das crianças e na reconstrução com técnicas microcirúrgicas das extremidades das crianças.

Em seus esforços para aperfeiçoar estratégias e técnicas de tratamento, ele colaborou com vários centros de referência em todo o mundo.

CONSULTAS MÉDICAS

Vall d'Hebron Hospital Campus
Passeig de la Vall d'Hebron, 119-129
08035 Barcelona

Hospital de Nens
Carrer Consell de Cent, 437
08009 Barcelona

Unidad de Cirugía Artroscópica
C/ Beato Tomás de Zumárraga 10 Hospital Vithas San José, 4ª Planta
01008 Vitoria-Gasteiz

Centro Médico Teknon
Carrer de Vilana, 12
08022 Barcelona