Generalidades das fracturas

FRATURAS DAS CRIANÇAS


Partes do Osso

Os ossos longos (Ex. úmero, fémur) na criança têm 4 partes (Fig.1):

  • Epífises: Extremos do osso. Recoberto de cartilagem para formar a articulação com outro osso e permitir o movimento.
  • Fise ou cartilagem de crescimento: Órgão que permite o crescimento longitudinal. Com a adolescência vai-se cerrando e cessa o crescimento.
  • Metáfise: Segmento de osso entre a fise e a diáfise. Osso mais largo e esponjoso que a diáfise.
  • Diáfises: “Cana” do osso. Parte central longa do osso.

Periósteo: Membrana que recobre o osso. É mais grossa e rica em células mãe na sua face interna que no adulto e servirá para que a diáfise do osso cresça em grossura e para a reparação de fracturas. Numa fractura, as células mãe repararam o osso formando o calo ósseo perióstico (cicatriz que repara o osso). O calo ósseo produz-se mais rápida e abundantemente que no adulto pelo que as fracturas na criança se unem mais rápida e frequentemente.


1- Epífise
2-  Fise ou cartilagem de crescimento (seta, direção
em que se deposita o osso que forma a fise)
3- Metáfise
4- Perióstio
5- Diáfise
Figura 1. Partes do osso
 

Crescimento e remodelação óssea

Crescimento.
O crescimento em comprimento do osso produz-se pela produção de osso pela cartilagem de crescimento ou fise. O crescimento em grossura produz-se pelo periósteo.



Remodelação.
Capacidade da criança em crescimento de corrigir progressivamente as deformidades (angulações) do osso após uma fractura. Produz-se graças ao crescimento da fise e, em menor expressão, pelo periósteo. A remodelação é mais provável quanto mais perto esteja a deformidade da fise e quanto menor idade tenha a criança.



Devido à capacidade de remodelação, algumas fracturas anguladas podem não requerer tratamento porque se corrigiram com el tempo (Fig. 2).
 

Figura 2. Fractura metafisaria distal de rádio angulada após a união que remodela
completamente com o tempo. A idade jovem do paciente e a proximidade da fractura
à fise são factores que facilitam este fenómeno de remodelação.

O Dr. Francisco Soldado é especialista em problemas nas extremidades superiores das crianças e na reconstrução com técnicas microcirúrgicas das extremidades das crianças.

Em seus esforços para aperfeiçoar estratégias e técnicas de tratamento, ele colaborou com vários centros de referência em todo o mundo.

CONSULTAS MÉDICAS

Vall d'Hebron Hospital Campus
Passeig de la Vall d'Hebron, 119-129
08035 Barcelona

Hospital de Nens
Carrer Consell de Cent, 437
08009 Barcelona

Unidad de Cirugía Artroscópica
C/ Beato Tomás de Zumárraga 10 Hospital Vithas San José, 4ª Planta
01008 Vitoria-Gasteiz

Centro Médico Teknon
Carrer de Vilana, 12
08022 Barcelona